Depois de ter sido expulso do próprio partido, Meira diz que fica no PTB

meira_armando

O prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), afirmou, há pouco, em nota enviada ao blog, que segue no PTB de Armando Monteiro. Meira compareceu, ontem, ao evento do PSB destinado aos prefeitos eleitos e reeleitos pela sigla e, na ocasião, usava um broche do partido, o que levou ao entendimento que estava tentando retornar à legenda, da qual havia se distanciado em 2014. Confira a nota na íntegra.

Nota de esclarecimento

Por meio desta, venho esclarecer alguns pontos abordados em nota publicada na tarde desta segunda-feira (07) neste blog (Blog do Magno). Ao contrário do que foi apontado no conteúdo, em nenhum momento abandonei meu compromisso político partidário com o PTB. Continuo firme no partido, ao lado do senador Armando Monteiro.

Estive, ontem, no evento dos prefeitos eleitos do PSB para tratar importante pauta de Camaragibe, a inclusão do município no mapa turístico do estado de Pernambuco. Eu e minha equipe de transição estamos lutando contra o tempo para tentar contornar situações que nos impeçam de realizar projetos de melhoria.

Visto que a partir de 1º de janeiro passo a representar a cidade e seus interesses, não cabe neste momento criar barreiras que impeçam a construção de uma gestão para o renascimento do mesmo.

Reitero aqui meu compromisso com o meu partido PTB, e o senador Armando Monteiro. Quanto ao adesismo, esclareço que minha única ambição pessoal é construir uma Camaragibe digna para a população, abandonada durante anos pelas gestões antecessoras.

http://www.blogdomagno.com.br/ver_post.php?id=168432

Meira trai PTB e vai voltar para o PSB

meirapsb

Presente ao encontro estadual dos prefeitos do PSB que ocorre neste momento no hotel Portal em Gravatá, o prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira, filiado ao PTB e ligado ao senador Armando Monteiro, é a presença mais surpreendente do evento. Já exibindo na lapela do paletó o broche do PSB, Meira confirmou que está de volta ao ninho socialista. “Um bom filho não se perde no caminho de volta”, brincou.

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em nota à imprensa, divulgada na noite desta segunda-feira (7), informou que irá expulsar da sigla o prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira. O presidente estadual do PTB, o deputado José Humberto Cavalcanti, disparou críticas ao novo gestor chegando a chamá-lo de “traidor”.

A nota explica que a decisão teria sido tomada “diante das posturas reveladoras de total descompromisso do ponto de vista político partidário registradas, nas últimas semanas, pelo prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira” resolvendo excluí-lo do quadro.

Em outro trecho, o presidente fala sobre o PSB. “Vale ressaltar que Meira abandonou o PSB, em 2014, dizendo ter sido traído pelo partido, após os socialistas marcharem com a candidatura do atual prefeito Jorge Alexandre (PSDB). E agora Meira, ao que parece, pretende voltar para o mesmo PSB, desta vez, na condição de “traidor”, após ter encontrado guarida no PTB, partido que o ajudou a se eleger no município”.

“Essa posição demonstra a mais cristalina prática do “adesismo” na política, de absoluto desapreço com compromissos de natureza programática, e foi tomada à revelia de dirigentes e lideranças dos partidos que integraram a coligação que o levou à vitória na eleição deste ano“, finalizou o presidente José Humberto.

O advogado Demóstenes Meira tentou por quatro vezes ser prefeito de Camaragibe. Apenas na quarta vez obteve êxito com 48.019 votos válidos[56,49%] e uma vantagem de quase quinze mil votos sobre o atual prefeito Jorge Alexandre (PSDB).

NOTA À IMPRENSA
A Direção Estadual do PTB, diante das reiteradas posturas reveladoras de total descompromisso do ponto de vista político partidário, registradas nas últimas semanas pelo prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira, resolve excluí-lo do nosso quadro.
Vale ressaltar que Meira abandonou o PSB, em 2014, dizendo ter sido traído pelo partido, após os socialistas marcharem com a candidatura do atual prefeito Jorge Alexandre (PSDB). E agora Meira, ao que parece, pretende voltar para o mesmo PSB, dessa vez na condição de “traidor”, após ter encontrado guarida no PTB, partido que o ajudou a se eleger no município.
Essa posição demonstra a mais cristalina prática do “adesismo” na política, de absoluto desapreço com compromissos de natureza programática, e foi tomada à revelia de dirigentes e lideranças dos partidos que integraram a coligação que o levou à vitória na eleição deste ano.
José Humberto Cavalcanti
Presidente Estadual do PTB

http://www.blogdomagno.com.br/ver_post.php?id=168391

http://pernambuco.ig.com.br/politica/2016/ptb-vai-expulsar-da-sigla-prefeito-eleito-de-camaragibe

Moradores de Camaragibe protestam por moradia no Centro do Recife

camara

Centenas de moradores de um terreno no bairro Santana, em Camaragibe, no Grande Recife, fazem uma passeata no Centro do Recife, na manhã desta terça-feira (4). Os manifestantes são contra a retirada de 2,5 mil famílias da Comunidade Bondade de Deus após uma ordem de reintegração de posse.

De acordo com o coordenador estadual do Movimento de Luta pelo Teto (MLT), Amaro José da Silva, havia um decreto do ex-governador João Lyra Neto (PSB), publicado em maio do ano passado, desapropriando o terreno de 60,7 hectares para conceder a posse aos moradores. As famílias ocupam a área há quase 5 anos.

No entanto, segundo os manifestantes, há uma ordem de reintegração de posse deste ano, que ainda não foi cumprida. “Viemos para perguntar ao governador (Paulo Câmara, do PSB) qual das duas vale, além de cobrar soluções para os moradores”, afirma o coordenador do movimento.

O protesto começou por volta das 10h, com concentração no Parque 13 de Maio, na área central do Recife. Em seguida, cerca de 400 manifestantes seguiram em caminhada pela Ponte Princesa Isabel para o Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco. Lá, esperam ser recebidos por representantes da gestão estadual.

http://noticias.ne10.uol.com.br/grande-recife/noticia/2015/08/04/moradores-de-camaragibe-protestam-por-moradia-no-centro-do-recife-560268.php

Polícia Federal faz mandato de busca e apreensão na casa do “Senador de Camaragibe” Fernando Bezerra Coelho (PSB)

fbc2

O Senador Fernando Bezerra Coelho (FBC), do PSB, é alvo da operação Lava Jato, que investiga desvios de dinheiro da Petrobrás em todo Brasil. A Polícia Federal cumpriu mandato de busca e apreensão na manhã de hoje, na casa do senador em Recife.

De acordo com as investigações, FBC recebeu R$ 20 milhões desviados da Petrobrás para a campanha de Eduardo Campos (PSB).

O senador que foi incondicionalmente apadrinhado pelo Prefeito de Camaragibe, Jorge Alexandre (PSDB), que o defendeu durante a campanha e pediu voto pra FBC nos quatro cantos da cidade. FBC obteve mais de 40 mil votos na cidade, foi eleito e depois veio à cidade comemorar com seus apoiadores.

Hoje, é vergonha em todo o Brasil…

O deputado federal e líder do PP na Câmara dos Deputados, Eduardo da Fonte, teve também mandato de busca e apreensão cumprido hoje pela manhã, em sua residência no Recife. Segundo investigações, Eduardo da Fonte também recebeu dinheiro ilegal da Petrobrás.

Camaragibe terá eleição acirrada com antigas lideranças

disputa

Com um ano e três meses antes das eleições municipais, a cidade de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR), deve configurar um clima acirrado para a disputa do próximo pleito. Até agora, três nomes já se colocam como pré-candidatos, entre eles, o do atual prefeito da cidade, Jorge Alexandre (PSDB) e do ex-prefeito João Lemos (PCdoB) e do pré-candidato que disputará as eleições pelo quarto pleito, Demóstenes Meira (sem partido).

Ex-PSB e fechando alianças com a base do ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto (PTB), Demóstenes Meira garante entrar na disputa novamente no próximo ano. “Olhe, eu sou candidato. Eu nunca desisti da minha postulação ao cargo de prefeito. Sou pré-candidato, tenho até o final de agosto e a minha preocupação agora é de montar os partidos e regimentar forças”, revelou.

Meira contou se reunir todas as segundas e quartas-feiras com coordenadores e equipe técnica, respectivamente, para tratar da corrida eleitoral e alegou fazer política com ética. “Eu faço política com decência e não entro na parte da compra de votos. Eu faço política pelo projeto, e se eu puder chegar com a força de Deus e do povo, até porque, o dinheiro que eu uso é declarado e é por isso que eu sou a favor desta reforma política”, destacou.

O pré-candidato avalia de forma negativa a gestão do atual prefeito e dispara dizendo que está pior do que Dilma. “Está aí o exemplo da nossa cidade, com 86% de rejeição. Ele (Jorge Alexandre) despencou de uma forma que está pior do que Dilma (…). A cidade está abandonada, ele fala só de empresários que veio investir em Camaragibe. Ele coloca isso como se fosse o trabalho dele, mas isso não convence ninguém. A educação vai mal, a saúde vai mal, a última gestão do prefeito (João Lemos) gastava de R$ 460 mil a R$ 480 mil  com limpeza, mas assim que ele assumiu ele conseguiu colocar uma empresa ligada ao pai dele e hoje gasta R$ 1200.000,00”, denunciou.

Demóstenes Meira, que deixou o PSB ano passado alegando ter sido traído pelo ex-governador Eduardo Campos, revelou ter possibilidade de migrar para o PTB. “Eu vou marchar no partido do ministro de Armando Monteiro, ou PTB ou o PRB. Eu tenho vários aliados que eu possa disputar um pleito eleitoral. Eu venho de três eleições, de três derrotas e eu tenho tido ascensão. Na primeira obtive 27 mil votos, na segunda 29 mil e na terceira 37,286 mil votos. Eu venho numa ascensão política, por três vezes eu só faço crescer. Nesta eleição eu tenho tudo para ser favorável”, acredita.

O ex-prefeito da cidade, João Lemos (PCdoB), também confirmou entrar na corrida de 2016. “Eu não sou candidato da minha vontade, mas se o povo quiser eu topo. Do jeito que estão às coisas atualmente eu digo que sou”, admitiu. Indagado se já tinha costurado o desejo com o partido, ele se colocou indiferente ao assunto e disse que independente do PCdoB, ele quer entrar na disputa. “Isso é um programa do PCdoB. Se eles não quiserem colocar candidatura eu vou para outro partido. Quem tem mandato muda, ainda mais eu que não tenho”, ironizou.

Assim como Meira, Lemos criticou a gestão de Jorge Alexandre e se colocou como o mais preparado. “Quem está aí não sabe para que veio, além de eu já ter sido (prefeito), são três mandatos de prefeito e eu tenho mais chances de colocar a cidade do mesmo do jeito que estava. Agora, o cabra que diz que resolve a saúde é mentiroso porque isso é um problema do Brasil e ficar acreditando nos recursos federais e estaduais não resolve, você tem que cuidar da sua casa”, destacou.

João Lemos ainda fez questão de garantir sua preparação para administrar novamente à cidade. “Eu me sinto preparado, capaz e ainda depois que a gente vê as falhas que cometeu. Tem que ter um gestor de pulso forte e não dar cargos a quem trabalhou na campanha. Agora, você fica fazendo sem ter equipe técnica e a cidade está afundada”, disparou o pós-comunista.

Demonstrando tranquilidade, o prefeito Jorge Alexandre revelou que sua reeleição já vem sendo articulada. “Graças a Deus está tudo caminhando como planejado. Nós somos aliados da base do governo. Temos a maioria dos candidatos à reeleição a vereador, temos todos os vereadores do município e a maioria dos partidos. Estamos com a gestão tranquila, uma gestão sem débito, com dificuldade como qualquer município, porque os municípios estão atravessando ai uma fase difícil, mas com o pé no chão. Um passo atrás do outro e com cautela, nós estamos conseguindo atingir o nosso objetivo”, comemorou.

Questionado sobre a disputa em meio a adversários antigos como Meira e João Lemos, o tucano acredita que sua equipe e seu trabalho podem somar de forma positiva em seu desempenho. “Eu tenho um grupo bom. Uma orientação boa. Eu acho que o sol nasceu para todos, vamos colocar a nossa campanha na rua e o povo é quem vai decidir. Se o poso estiver satisfeito com a nossa gestão, e nos deixar administrar Camaragibe por mais quatro anos, vai ser bem vindo, e eu vou ficar bastante feliz e vou trabalhar mais e mais porque em dois anos e meio como prefeito eu aprendi muito. As coisas estão começando a acontecer”, ressaltou.

Jorge Alexandre ainda citou a obra da reforma do Mercado Público da cidade com destaque e reforçou a tranquilidade na corrida eleitoral. “Gestão pública é um pouco diferente da gestão privada, mas estamos caminhando para uma reeleição com muita tranquilidade, com muito pé no chão, com muita clareza, olhando nos olhos do povo e ouvindo o povo. Um grande compromisso nosso foi o Mercado Público uma obra que já tem mais de 30% e iremos entregá-la em abril de 2016”, contou o prefeito.

http://www.leiaja.com/politica/2015/07/07/camaragibe-tera-eleicao-acirrada-com-antigas-liderancas/

Nota de Esclarecimento do Deputado Beto Accioly

nota
Em relação à matéria “Beto Accioly, deputado eleito por Camaragibe, vota contra professores e contra a educação”, veiculada neste blog, cabe esclarecer:
1. Não votei contra os professores nem contra educação;
2. O Projeto de Lei 079/2015 dispõe sobre a correção do valor nominal do piso salarial dos professores com formação de nível médio e em início de carreira, com jornada laboral de 200 horas/aula, o qual não atendia ao que regulamenta a Lei 11.738/2008 (Lei nacional do piso salarial)
3. Votar contra a matéria deixaria 4060 professores recebendo abaixo do piso nacional;
4. Defendo e apoio todo e qualquer projeto de valorização dos professores por um salário digno e melhores condições de trabalho; e,
5. À medida que as negociações entre Sindicato e o Governo do Estado avançarem, o Projeto de Reajuste será enviado a esta Casa Legislativa para sua aprovação em benefício da educação.
Beto Accioly (SD) – Deputado Estadual
————————————————————–
Comentários do Blog
Nos espanta quando o deputado Beto Accioly diz que não votou contra os professores:
1. O Projeto de Lei 079/2015 propôs um aumento apenas para 4.060 professores, enquanto que mais de 45.000 professores foram prejudicados e passarão o ano de 2015 sem aumento;
2. O governo infringe a Lei Nacional do Piso (Lei 11.738/2008) e o Plano Nacional de Educação (PNE 2014-2024), visto que o piso deve ser o salário inicial de carreira para professores com ensino médio, os que possuem ensino superior, deveriam ganhar acima deste valor, e não ganham;
3. O governo não valoriza a categoria com um plano de cargos e salários, quando através deste projeto votado, nivela os salários de professores de nível médio com os salários dos professores com nível superior;
4. Os professores foram contra o projeto de lei que o deputado votou a favor. Eles lotaram as galerias da assembleia no dia da votação e protestaram contra o projeto.
Resumindo:
– Não conseguimos compreender como o deputado diz que não votou contra os professores!
– Mais de 92% dos professores foram prejudicados com a aprovação deste projeto!
– Os professores pernambucanos continuam recebendo salários indignos!
– O governador Paulo Câmara mostra que não vai cumprir sua promessa de 100% de aumento!

Beto Accioly, deputado eleito por Camaragibe, vota contra professores e contra a educação

 

beto

Na última terça-feira, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) votou o Projeto de Lei 79/2015, que definia o piso salarial dos professores do estado. O projeto foi enviado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e teve total e irrestrito apoio dos deputados da base do governo.

O projeto aumentava em apenas 13,01% o salário dos professores que possuem ensino médio / magistério, e ridículos 0,89% para professores com nível superior, ou seja, os formados em licenciatura.

Este não era o aumento que os professores desejavam, e também não era o aumento prometido pelo então candidato Paulo Câmara, que era de 100%… “Vamos dobrar os salários dos professores da rede estadual”, disse Paulo Câmara, por diversas vezes, durante a campanha. Pura enganação…

Porém, havia uma chance deste aumento pífio não ser aprovado: bastava que os deputados estaduais votassem contra o projeto. Mas isto não aconteceu, por 27 votos a favor e 11 contra, o projeto foi aprovado. A base governista votou a favor, a oposição votou contra…

Eleito pelo partido Solidariedade, o ex-vereador de Camaragibe e agora Deputado Estadual Beto Accioly, é da base do governo, e votou a favor do projeto, ou seja, contra os professores.

Votar e apoiar um projeto absurdo deste, demonstra como Beto Accioly valoriza os professores e a educação do nosso estado. Demonstra também, que ele tenta enganar a própria população prometendo uma coisa e falando outra.

Em seu site na ALEPE, há um texto diz: “PROPOSTAS: Na educação, o foco principal será na defesa da valorização dos profissionais…” Já pudemos ver como Beto Accioly respeita a população que votou nele e os profissionais da educação. Se este voto que ele deu é “valorizar os profissionais de educação”, preferimos não comentar mais nada…

Camaragibenses, fiquem de olho no deputado estadual que foi eleito com o seu voto, e que faz questão de dizer que é “o primeiro deputado eleito por Camaragibe”… Faça valer o seu voto, fiscalize, cobre e proteste!

Desvalorizar os profissionais de educação é fechar os olhos para o bem mais precioso do povo: a inteligência!!!

No segundo turno, Camaragibe votou em quem queria

No primeiro turno, Camaragibe foi dominado pelos amarelos. O prefeito Jorge Alexandre, mesmo sendo do PSDB, resolveu não apoiar Aécio (que também é PSDB), mas sim, Marina Silva como candidata a presidência da república.

Para isto, tinham muitas lideranças envolvidas, funcionários, dezenas de carros de som, além de centenas de pessoas pagas para estarem com bandeiras, nos eventos, nas ruas, entregando panfletos etc… Vimos rios de dinheiros sendo gastos ao andarmos pela cidade. Ao ver uma pessoa balançando uma bandeira amarela em Camaragibe, a gente via uma torneira derramando dinheiro… E a torneira ficava ali no bairro do Timbi…

Como esperado, Marina, que tinha ficado em segundo lugar nas eleições 2010 em Camaragibe, desta vez assumiu a ponta e deu um banho em Dilma… Marina 68,30% x Dilma 25,52%. Não podemos esquecer que Aécio (que é do mesmo partido do prefeito, mas que não teve seu apoio) teve apenas 4,09% de votos no primeiro turno em Camaragibe. Nesta onda, Camaragibe elegeu ainda o governador e o senador apoiados pelo prefeito Jorge Alexandre, ambos amarelos.

Marina ganhou em Camaragibe, Marina ganhou em Pernambuco, Marina PERDEU no Brasil! Aécio foi ao segundo turno contra Dilma, para a tristeza do prefeito!

No segundo turno as coisas se inverteram! Assim como em todo o estado, o PSB depois de ter derramado mundos e fundos, não gastou tanto pra apoiar Aécio. E isto se refletiu em Camaragibe também. O prefeito foi ao encontro de Aécio quando o mesmo veio a Pernambuco neste segundo turno, tirou fotos, declarou amor eterno, mas não abriu as torneiras como no primeiro turno. Isto se via claramente nas ruas…

Quase ninguém com bandeiras, poucas placas espalhadas, apenas no carro de som ele resolveu investir (tinha uns 15), com uma mensagem que apelava a população para votar em seu candidato, caso contrário, Camaragibe seria alvo de preconceito e de descaso do governo federal. Além disso, resolveu usar o espaço da Rádio Camará para ilegalmente, pedir votos desesperadamente pra Aécio durante quase 20 minutos, ao vivo, na última terça-feira. Ilegalmente porque aos meios de comunicação (rádio e tv), a lei eleitoral exige que sejam dadas iguais condições aos candidatos. A Rádio Camará, depois de ser avisada pelo PT de Camaragibe que ia ser alvo de um processo no TRE-PE, resolveu abrir mão com medo e deu no dia seguinte, o mesmo espaço ao PT, para que pudesse fazer a defesa do voto a Dilma!

Resultado: no segundo turno, sem a dinheirama gasta pelo prefeito Jorge Alexandre, Camaragibe votou livre, votou sem cabresto, votou por sua própria vontade. E a vontade dos camaragibenses foi DILMA, que deu uma lavagem em Aécio, o candidato do prefeito. Dilma 64% x Aécio 36%!

Vamos ver se em 2016, as pessoas votarão no cabresto pelo dinheiro (vai ter muito $$$ como em 2012 e no primeiro turno de 2014) ou se votarão pela própria vontade! Vale esperar!!!

Por Paulo Oliveira

Paulo: pesquisam materializam sentimento das pessoas

paulo01

Um mar de gente foi às ruas de Nazaré da Mata, nesta quarta-feira (17), para receber calorosamente a Caravana 40. No embalo dos tradicionais maracatus do município e ao som de uma afinada e empolgante orquestra de frevo, o candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), literalmente caiu nos braços do povo. Ao longo de toda a caminhada pelas principais vias da cidade, o socialista foi abraçado, beijado e saudado como símbolo da continuidade das transformações vivenciadas por Pernambuco nos últimos anos. Um carinho que cristaliza a conquista pelo socialista da liderança de intenção de votos nas pesquisas sobre a sucessão estadual.

“Essa recepção que vocês nos proporcionam mostra bem o que as últimas pesquisas apresentam: que viramos! Fico muito feliz em ver o povo de Nazaré da Mata nas ruas, mostrando que acreditam no nosso compromisso com Pernambuco. Fiquem certos de que vou honrar essa confiança e o legado do ex-governador Eduardo Campos”, destacou Paulo, sendo aclamado pelas inúmeras pessoas que se reuniram na praça para acompanhar o comício.

Acompanhado pelo seu companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB/senador); prefeitos da Mata Norte, vereadores da região e de postulantes proporcionais, Paulo Câmara fez questão de cumprimentar atenciosamente os populares. O candidato pontuou que essa atenção com as pessoas será redobrada em seu futuro governo. “Nós vamos fazer muito. Vamos ter mais infraestrutura, mais saneamento, mais água, mais saúde, educação e segurança. Vamos fazer isso porque aprendemos a fazer”, ressaltou.

Antes de aportar em Nazaré da Mata, Paulo Câmara começou seu giro pela região em Tracunhaém. O socialista liderou caminhada no município. E, como vem sendo observado em todo o Estado, a população local fez questão de ocupar e pintar as ruas de amarelo para mostrar o seu apoio ao projeto que colocou Pernambuco no caminho do desenvolvimento.

Crédito: Beto Figueroa.

Paulo vence primeiro debate televisivo entre os candidatos ao Governo

O primeiro debate televisivo entre os candidatos ao Governo mostrou que o representante da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), é o mais preparado para manter o Estado no caminho do desenvolvimento. Defendendo a continuidade das ações desenvolvidas por Eduardo Campos, o socialista ganhou o embate com os adversários na TV Jornal e mostrou como vai avançar ainda mais nas transformações dos últimos oito anos. Afirmativo, Paulo defendeu com firmeza suas posições. “Pernambuco não pode dar errado”, cravou.

“Foi um debate muito positivo, onde tivemos oportunidade de discutir temas de interesse de toda a população e de mostrar que estamos no caminho certo. Pude colocar meu projeto de dar continuidade ao que já foi feito até agora e avançar ainda mais nas mudanças. E, com a ajuda do povo pernambucano, farei isso a partir de 2015″, previu Paulo Câmara.

Os ataques que o candidato do PTB vem desferindo contra o ex-governador Eduardo Campos foram reprovados veementemente por Paulo. “Vamos respeitar quem não está aqui para se defender. Eu vou continuar defendendo Eduardo, seu legado; reconhecendo que, onde houver erros, vamos corrigi-los. Meus adversários, cada vez que caem nas pesquisas, parece que perdem a razão. Estão vendo que vão perder a eleição, e, por desespero, tentam fazer com que uma obra que tem ampla aprovação da população seja desmerecida. Não podemos botar gosto ruim nas coisas boas, que dão resultado. Para ser governador tem que ser sincero, olhar no olho do povo, falar a verdade”, ressaltou o socialista, lembrando que o oposicionista não tem experiência de gestão pública e tudo o que administrou na iniciativa privada deu errado.

“Eu estou preparado para liderar o Estado nos próximos anos. Participei deste Governo desde seu primeiro dia, administrando um orçamento de R$ 28 bilhões, e ajudei a elaborar seu modelo de gestão premiadointernacionalmente. Por conta dele, Pernambuco é hoje um polo de desenvolvimento. Tenho junto a mim um time de pessoas comprometida com o futuro de nossa terra e uma aliança de 21 partidos, que vão me ajudar, como ajudaram Eduardo”, explicou Paulo Câmara.

Paulo salientou a intenção de ampliar as parcerias com os municípios para que estes aproveitem ainda mais as oportunidades de desenvolvimento que estão chegando, e que vão chegar com ainda mais intensidade a Pernambuco. “Vamos levar cada vez mais infraestrutura aos municípios, para que eles possam atrair mais investimentos. Ao mesmo tempo, investindo na qualificação da mão-de-obra, com a rede de escolas técnicas que preparará os moradores para aproveitar essa geração de empregos. Vamos avançar nas parcerias com as prefeituras, trazendo avanços na saúde, na educação, na segurança e em outras áreas”, garantiu o socialista.

AGRESSÕES – O candidato também comentou o destempero dos militantes adversários, que chegaram a jogar laranjas contra seu veículo, no momento em que se aproximava da emissora de televisão. “É lamentável que ocorra esse tipo de coisa. Temos conversado com nossa militância para que ela não caia nesse tipo de provocação e vamos continuar fazendo esse alerta, para não entrar nesse jogo sujo. Isso não faz parte das eleições que queremos para Pernambuco”, afirmou Paulo Câmara.