Homenagem ao Boi Alvirrubro, na Vila da Fábrica, marca o encerramento da primeira edição do Fusca Cultural

Fusca-Março2017 (27)

O evento aconteceu na noite do último sábado (18 de março), ao lado da Fundação de Cultura de Camaragibe e público presente testemunhou uma verdadeira confraternização de agremiações. Além disso, pode vivenciar um momento histórico, com a apresentação conjunta dos Bois Alvirrubro, Rubro-Negro e Camarás. FOTOS: Juliana Ribeiro

O ritual, mais uma vez, se repetiu: o fim de um ciclo chegou. Mas quem sabe para dar início a uma nova história? Porém, certamente, o que se sabe de verdade, é que o sentimento de dever cumprido há de permanecer em nossas memórias para sempre. Pois bem, estamos falando do Projeto “Fusca Cultural”.

Ao longo de oito meses, o Fusca levou para diversos bairros de Camaragibe o que há de mais encantador na história de um povo: a exaltação da sua cultura. E na noite do último sábado – 18 de março – não foi diferente.

A população da Vila da Fábrica recebeu o último evento da primeira edição do “Fusca Cultural”. A cerimônia homenageou, desta vez, a agremiação carnavalesca “Boi Alvirrubro” e aconteceu em um lugar de grande importância para a história de Camaragibe: ao lado da Fundação de Cultura da Cidade.

Como já é de costume, além dos moradores da área, visitantes de outras localidades – tanto do município como de cidades vizinhas, estiveram presentes – tornando ainda mais especial a festa. A criançada, novamente, abrilhantou um evento do Projeto, com toda sua empolgação.

O produtor, Paulo Oliveira, no início da festa e durante toda a noite – aproveitou para agradecer cada um dos parceiros – que ao longo de todos esses meses – ajudaram a tornar o Fusca um verdadeiro sucesso. Várias entidades e pessoas foram lembradas e citadas.

Iniciando as apresentações, pela terceira vez participando de um evento do Projeto, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos, realizou mais uma linda e empolgante exibição – deixando o público muito vibrante com tudo que estava assistindo. Como se sabe, o grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos.

Fusca-Março2017 (4)

Ao final, uma das participantes agradeceu o espaço cedido, no evento, e também convidou a população – para quem tivesse interesse – a participar do Grupo. Logo após, foi a vez do Boi Camarás colocar o público para dançar com sua apresentação. Depois, o Boi Rubro-Negro, também conhecido como Boi de Dora, levou as pessoas ao delírio e ao encantamento – com sua exibição.

Fusca-Março2017 (10)

Fusca-Março2017 (15)

Dando continuidade ao evento, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Várias pessoas ficaram emocionadas.

Fusca-Março2017 (21)

Ao final, os produtores do Projeto – Paulo Oliveira e Messias Lima – entregaram uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Boi Alvirrubro” para a cultura de Camaragibe, a seu presidente – ao Senhor José Lima (Mais conhecido como Seu Dudé), que aproveitou o momento e fez um discurso de agradecimento ao “Fusca Cultural”, bastante emocionante. Depois do momento cerimonioso, o “Boi Alvirrubro”, fez um desfile empolgante e cativou a todos os presentes.

Fusca-Março2017 (29)

Em seguida, um encontro de estandartes – com os presidentes de algumas das agremiações homenageadas no Projeto – roubou a cena. O momento reservou para a ocasião um belíssimo instante de agradecimento ao “Fusca Cultural” e de enaltecimento a cultura de Camaragibe. Além disso, a Federação das Agremiações Carnavalescas de Camaragibe (FACC) foi homenageada, por conta do seu aniversário.

Fusca-Março2017 (10) Fusca-Março2017 (7)

Passado esses agradecimentos – um momento histórico ficou como registro da noite: os três bois (Boi Alvirrubro, Boi Rubro-Negro e Boi Camarás) fizeram uma belíssima exibição para o público, deixando todo mundo encantado – sobretudo a produção do evento.

Fusca-Março2017 (36)

Além dessas apresentações, o bairro pode cantar e dançar ao som do grupo “Nação Camará” e para finalizar com chave de ouro, foi a vez do internacionalmente conhecido, Seu Zeca do Rolete agitar a noite.

Fusca-Março2017 (44)

Fusca-Março2017 (57)

Da união de uma grande produção, de uma programação de qualidade e da participação de todo mundo que acompanhou o Projeto, o “Fusca Cultural” vai chegando ao fim com a nobre sensação de dever cumprido e, mais que isso, de que o povo de Camaragibe é realmente rico de cultura e sabe como ninguém exaltar as tradições da sua gente.

Como já foi dito em outras situações, a valorização da cultura carnavalesca se faz imprescindível, é importante dizer que ela se torna a produção de um espaço democrático de entretenimento – que a comunidade não só pode ter acesso assistindo, como também participando diretamente da construção cultural de seu bairro.

O Projeto “Fusca Cultural” provou isso – além de resgatar a história cultural da cidade, pode também levar aos mais diversos bairros um propósito de resgate da participação das comunidades na cultura de Camaragibe e, também, para uma posterior criação de novos foliões, que manterão viva a tradição do município.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

O sétimo evento do Projeto Fusca Cultural aconteceu na noite do último dia 11 de fevereiro, que realizou uma cerimônia de homenagem à agremiação carnavalesca “Boi Camarás”, no Alberto Maia – mais especificamente na Rua Getúlio Vargas. A manifestação carnavalesca “Boneca do Boy” pediu passagem e foi responsável pela apresentação de homenagem ao “Boi Camarás” – dando início a festa. Em seguida, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê fizeram uma apresentação conjunta, tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat. Por fim foi à vez da Orquestra de Frevo 100% Camará se apresentar, fechando, assim, o evento.

Vila da Fábrica receberá o último evento do “Fusca Cultural”, no próximo sábado (18), em homenagem ao Boi Alvirrubro

Fusca Cultural - Out (01)

A oitava cerimônia, que tem incentivo do Funcultura, promete ser uma grande festa – pois além das atrações artísticas como o Maracatu Cambinda Dourada, Nação Camará e Mestre Zeca do Rolete – a ocasião vai contar com um belíssimo encontro de estandartes de todas as agremiações que participaram do Projeto.

Nem todo encerramento pode ser considerado um ponto final de uma história. Às vezes o “final” é apenas um momento de interrupção, para celebrar o sucesso de instantes inesquecíveis.

É apegado a essa ideia que no próximo sábado, 18 de março, o “Fusca Cultural” realiza o último evento desta primeira edição do Projeto – que será em homenagem a agremiação carnavalesca “Boi Alvirrubro” – na Vila da Fábrica (ao lado do prédio da Fundação de Cultura de Camaragibe), a partir das 20h.

A oitava cerimônia promete ser uma grande festa – pois além das apresentações das atrações artísticas, como o Maracatu Cambinda Dourada, Nação Camará e Mestre Zeca do Rolete – a ocasião vai contar com um belíssimo encontro de estandartes de todas as agremiações que participaram do Projeto.

Além disso, na ocasião – o “Fusca Cultural” terá a honra e a satisfação de celebrar e valorizar os prêmios que algumas agremiações participantes do Projeto venceram, este ano, no Carnaval do Recife – como o Urso Mimoso e o Bloco Lírico Amantes das Flores. Portanto, a noite será um momento de muita confraternização e celebração – como forma de demonstrar a importância dessas agremiações – não só para a cultura de Camaragibe, mas também de todo o Estado.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município. Além de espaços acessíveis, um tradutor de libras fará parte da festa – com o intuito de torná-la ainda mais democrática para toda população.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

O sétimo evento do Projeto Fusca Cultural aconteceu na noite do último dia 11 de fevereiro, que realizou uma cerimônia de homenagem à agremiação carnavalesca “Boi Camarás”, no Alberto Maia – mais especificamente na Rua Getúlio Vargas. A manifestação carnavalesca “Boneca do Boy” pediu passagem e foi responsável pela apresentação de homenagem ao “Boi Camarás” – dando início a festa. Em seguida, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê fizeram uma apresentação conjunta, tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat. Por fim foi à vez da Orquestra de Frevo 100% Camará se apresentar, fechando, assim, o evento.

Serviço:

Data: 18/03/2017;

Hora: A partir das 20h;

Local: Vila da Fábrica – Rua Getúlio Vargas (Próximo à Padaria Nossa Senhora do Carmo);

Agremiação Homenageada: “Boi Alvirrubro”;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear o “Boi Alvirrubro”: “Maracatu Cambinda Dourada”;

Outras atrações: “Nação Camará”; “Mestre Zeca do Rolete” e “Encontro de Estandartes”

Cartaz face - Boi Alvirrubro 02

Moradores de Alberto Maia vivem noite de confraternização e folia no penúltimo evento do Fusca Cultural

Fusca-Cultural-SET (24)

A sétima cerimônia do Projeto, que realizou uma belíssima homenagem ao Boi Camarás, foi uma verdadeira prévia de carnaval, regada por um clima de mobilização, orgulho, interação e, principalmente, amor às tradições culturais da Cidade.

Engana-se quem pensa que o sucesso de um projeto como o “Fusca Cultural” está somente atrelado a produção do seu evento. É obvio que uma cerimônia bem planejada e organizada remete a esta sensação de triunfo – mas é fundamental destacar que sem a população dos bairros envolvidos, nada disso teria sido ainda mais belo e encantador.

Por isso, é de extrema importância exaltar a beleza de festa que foi a sétima e penúltima cerimônia do Projeto. Evento, este, que aconteceu no bairro do Alberto Maia – na Rua Getúlio Vargas e fez uma belíssima homenagem à agremiação carnavalesca “Boi Camarás”.

Fusca-FEV (2)

Desde as primeiras horas da noite, o clima de confraternização entre os moradores já poderia ser sentido. Enquanto os últimos detalhes estavam sendo organizados, os participantes da agremiação “Boneca do Boy” batucavam, como uma espécie de esquenta, para mobilizar ainda mais o público da região.

E como já tem sido habitual, o público presente nas cerimônias do Projeto deu um verdadeiro show. Os moradores do bairro, além de adquirirem mais conhecimento sobre a cultura local, puderam testemunhar um clima de muita boa convivência e festividade a todo instante da celebração. A criançada, novamente, abrilhantou, mais um evento – dançando e cantando as músicas tocadas, assim como várias famílias, fizeram a festa ficar ainda mais bonita.

Como destacou o Produtor, Paulo Oliveira, o carnaval se aproxima, mas quem vem acompanhando o “Fusca” já está vivendo o carnaval e a cultura camaragibense desde o mês de agosto quando o Projeto teve início.

Fusca-FEV (4)

E passado este momento de preparação, a manifestação carnavalesca “Boneca do Boy” pediu passagem e começou seu show de apresentação. O público foi ao delírio, cantando e dançando junto com os participantes da agremiação.

 

Continuando, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Logo após, um dos produtores do Projeto – Paulo Oliveira – entregou uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Boi Camarás” para a cultura de Camaragibe, a sua presidente – a Senhora Eliane Medeiros, que aproveitou o momento e fez um discurso de agradecimento ao “Fusca Cultural”. Além disso, o presidente da “Boneca do Boy” – Sr. Gilberto da Paz – fez um depoimento de agradecimento e parabenização: ao Projeto e também a Senhora Eliane.

Fusca-FEV (8)

A homenageada do Carnaval de Camaragibe 2017, a Dona Eliane ainda aproveitou a oportunidade para reforçar a importância do “Fusca Cultural”. Segundo ela, o Projeto poderia se tornar permanente pela importância que ele tem e pelo que tem proporcionado para a cidade e para as agremiações de Camaragibe.

Fusca-FEV (12)

Fusca-FEV (33)

Fusca-FEV (10)

Depois deste momento cerimonioso, a comunidade foi ao delírio com a chegada do “Boi Camarás”, que fez um desfile empolgante e levou a população a extravasar toda a sua alegria. Com toda a sua irreverência, a agremiação fez com que crianças e adultos dançassem e cantassem suas canções.

Fusca-FEV (20)

Em seguida, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê fizeram uma apresentação conjunta, que, simplesmente, deixou toda a população vibrante: tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat.

Fusca-FEV (17)

Fusca-FEV (22)

Ao final da apresentação em parceria, o Grupo Coco do Ilê seguiu fazendo a festa do evento e no fim da exibição ainda promoveu uma roda de capoeira – onde crianças e adultos, que apenas assistiam a cerimônia, puderam participar.

Fusca-FEV (27)

Logo após, para levantar a multidão foi à vez da Orquestra de Frevo 100% Camará se apresentar, finalizando, assim, o evento.

“Este Projeto trouxe ainda mais brilho para nosso bairro, a gente nem se incomoda de ir dormir tarde – porque a festa é tão bonita e tão cheia de amigos, que mais parece uma confraternização da nossa rua”, disse Dona Nete, moradora da localidade.

O “Fusca Cultural” provou, com este evento, a importância do envolvimento da população e ratificou que graças ao público o Projeto se torna ainda mais forte e, principalmente, ele também passa a ser parte integrante da própria história da Cidade – cumprindo seu papel de agente de resgate e disseminação da cultura popular, da mais estimada qualidade possível.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

“Fusca Cultural” realiza neste sábado (11) homenagem ao Boi Camarás, no bairro do Alberto Maia

Fusca-Cultural-SET (24)

A sétima cerimônia do Projeto, que tem incentivo do Funcultura, contará com exibições do bloco carnavalesco “A Boneca do Boy”, da Orquestra 100% Camará e com uma apresentação conjunta do Grupo Coco do Ilê e do Grupo Percussivo Tambores do Ilê.

O clima de carnaval já está no ar, prévias e mais prévias agitam todo o Estado de Pernambuco. E seguindo esta atmosfera de folia, o “Fusca Cultural” realiza no próximo sábado, 11 de fevereiro, a sétima cerimônia do Projeto, dessa vez no bairro do Alberto Maia – na Rua Getúlio Vargas (Próximo à Padaria Nossa Senhora do Carmo), a partir das 20h. O evento fará uma belíssima homenagem à agremiação carnavalesca, “Boi Camarás”.

Entre as atrações confirmadas, a agremiação “A Boneca do Boy” será responsável por realizar a apresentação de homenagem ao Boi. Além dela, a Orquestra 100% Camará; o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê participaram da festa.

Fusca Cultural - Out (14)

Na ocasião, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê farão uma apresentação conjunta, tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

Serviço:

Data: 11/02/2017;

Hora: A partir das 20h;

Local: Alberto Maia – Rua Getúlio Vargas (Próximo à Padaria Nossa Senhora do Carmo);

Agremiação Homenageada: “Boi Camarás”;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear o “Boi Camarás”: Bloco “A Boneca do Boy”;

Outras atrações: Orquestra 100% Camará, Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê – em apresentação única.

Cartaz face - Boi Camarás - 02

“Fusca Cultural” antecipa o carnaval em homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” no Alto Santo Antônio

5340

No último sábado, 14 de janeiro, os moradores do bairro puderam testemunhar uma verdadeira prévia carnavalesca. O clima de festa que tomou conta da localidade – fez uma multidão dançar e cantar ao som de muito caboclinho, frevo, coco, forró e outros gêneros populares.

_5146

Há quem não aguente esperar e o carnaval já começa assim que a virada de ano acontece. Para todo lado que se olha há uma folia acontecendo – pessoas brincando ao som de muito frevo, maracatu, caboclinho, assim como outros ritmos e manifestações. É a mais verdadeira demonstração que a “Festa de Momo” é sem dúvida um momento de muita cultura e que pode ser exaltada o ano inteiro – através das suas mais variadas representações culturais.

O “Fusca Cultural” vem realizando ao longo de sua trajetória, justamente, essa exaltação do carnaval e da cultura, como um todo. Na noite do último sábado – 14 de janeiro – isso pode ser mais que percebido, pode ser vivenciado, durante o sexto evento do Projeto, que realizou uma cerimônia de homenagem à agremiação carnavalesca “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, no Alto Santo Antônio – mais especificamente na Rua Daise Correia de Araújo.

Pode-se dizer que a cidade de Camaragibe recebeu, não oficialmente, mas de forma muito simbólica, sua primeira prévia carnavalesca do ano de 2017. Como já é de costume, o público presente nas cerimônias do Projeto costuma vir dos mais diversos bairros do município e também de outras cidades próximas – não somente com o objetivo de prestigiar os eventos, mas também de adquirir mais conhecimento sobre a cultura local. E dessa vez não foi diferente com o que se viu no Alto Santo Antônio.

Além disso, o evento contou com a presença de representantes do novo secretariado de cultura da cidade – concebida pela figura do Presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe, Olímpio Costa, e o seu Vice, Márcio Souza.

A criançada abrilhantou, novamente, mais um evento – dançando e cantando as músicas tocadas. Várias famílias, que estiveram presentes, fizeram a festa ficar ainda mais bonita. Para levantar a multidão, uma Orquestra de Frevo foi a responsável por abrir a noite de cerimônia.

Em seguida, pela segunda vez consecutiva participando de um evento do Projeto, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos, realizou uma linda exibição – deixando o público muito empolgado e vibrante. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos, que foi, justamente, o folguedo exibido.

_4808

Logo após a Orquestra de Frevo continuou se apresentando até abrir passagem para a agremiação carnavalesca “Boi Rubro-Negro”, também conhecido como “Boi de Dora”, que foi responsável por dar continuidade aos festejos de homenagem, com uma apresentação, simplesmente animadora, carregada de muitos sorrisos e palmas do público, que acompanhava a música.

_5172

Continuando, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Logo após, os produtores do evento – Paulo Oliveira e Messias Lima – entregaram uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” para a cultura de Camaragibe, ao seu presidente – o Senhor Severino Amaro, mais conhecido como Mestre Tuca, que aproveitou o momento e fez um discurso de agradecimento ao “Fusca Cultural”.

5312

Passada as homenagens, a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” deu continuidade a festa realizando uma belíssima exibição.

5251

Além das apresentações mencionadas, o bairro pode assistir outras e cantar e dançar ao som do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”, que finalizou a festa.

5453

 

_MG_5792

O “Fusca Cultural” cada dia que passa, vem provando que além de resgatar a história cultural da cidade, ele também consegue agregar a participação de várias pessoas, dos mais variados lugares, além das mais variadas interações entre Comunidade e Cultura.

Mas, além disso, o Projeto abre espaço para a promoção da manifestação cultural da população e para o entretenimento livre e gratuito para todos – algo muito típico e proveniente do carnaval – ajudando a fortalecer ainda mais a identidade cultural da cidade de Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores.

No dia 10 de dezembro, foi a vez do bairro de Céu Azul receber um evento do Projeto. A cerimônia homenageou o Maracatu Cambinda Dourada na Rua Alba Valdez. Além disso, contou apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos; da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”; do “Grupo Coco do Ilê” e também do “Forrozeiro Charles William”. Ao intervalo de cada atração, perguntas eram feitas para o público com respeito à cultura da cidade e brindes eram entregues.

Alto Santo Antônio receberá evento em homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, neste sábado (14)!

fusca-dezembro-15

Sexta cerimônia do Projeto “Fusca Cultural”, que tem incentivo do Funcultura, levará ao bairro – além da apresentação do Caboclinho – exibições do “Boi Rubro-Negro”, do “Grupo de Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”.

O ano mal começou e o “Fusca Cultural” já vem com tudo. No próximo sábado, 14 de janeiro – o Projeto tem a honra e o prazer de realizar mais um evento em Camaragibe. Dessa vez, os moradores do Alto Santo Antônio poderão assistir a cerimônia de homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, que acontecerá na Rua Daise Correia de Araújo, a partir das 20h.

Entre as atrações que participarão, está confirmada a presença da agremiação Boi Rubro-Negro (também conhecido como Boi de Dora), que será responsável por realizar a apresentação de homenagem ao Caboclinho. Além dela, o evento contará com os shows do “Grupo Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”. Mas não para por aí, pela segunda vez consecutiva, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura Vivendo e Aprendendo, também se apresentará em um evento do “Fusca Cultural”.

O Grupo “As Ousadas” é formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos e que fazem parte do curso de danças brasileiras oferecido pelo Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, em parceria com o Sesc São Lourenço. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores.

No dia 10 de dezembro, foi a vez do bairro de Céu Azul receber um evento do Projeto. A cerimônia homenageou o Maracatu Cambinda Dourada na Rua Alba Valdez. Além disso, contou apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos; da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”; do “Grupo Coco do Ilê” e também do “Forrozeiro Charles William”. Ao intervalo de cada atração, perguntas eram feitas para o público com respeito à cultura da cidade e brindes eram entregues.

Serviço:

Data: 14/01/2016;

Hora: A partir das 20h;

Local: Alto de Santo Antônio – Rua Daise Correia de Araújo;

Agremiação Homenageada: “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”: Boi Rubro-Negro (também conhecido como Boi de Dora);

Outras atrações: Grupo de Dança “As Ousadas”, “Grupo Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”

cartaz-face-caboclinho

Homenagem ao Maracatu Cambinda Dourada contagia Céu Azul com uma noite de muito colorido, premiações e música

 

fusca-dezembro-32

Além do encanto com as apresentações artísticas, a população demonstrou todo seu entusiasmo com as atrações. No quinto evento do Projeto “Fusca Cultural”, a criançada do bairro marcou presença e a todo o momento interagiu, respondendo perguntas ligadas a cultura da cidade – dançando e se divertindo.

“Prepare a fantasia das crianças, novos foliões estão surgindo!”. A frase parece, somente, uma simples chamada de carnaval – mas por trás dela há muito mais envolvido. É como se a chamativa agregasse também todo o conhecimento repassado para as novas gerações, com o intuito de se manter viva a tradição cultural de um povo. Assim é o pensamento do Projeto “Fusca Cultural”.

fusca-dezembro-8

Na noite do último sábado – 10 de dezembro – isso pode ser ainda mais percebido durante o quinto evento do Projeto. Dessa vez o “Fusca Cultural” realizou uma cerimônia de homenagem à agremiação carnavalesca Maracatu Cambinda Dourada, no bairro de Céu Azul – mais especificamente na Rua Alba Valdez.

Como já tem sido habitual, o público presente nas cerimônias do Projeto costuma vir dos mais diversos bairros da cidade – não somente com o objetivo de prestigiar os eventos, mas também de adquirir mais conhecimento sobre a cultura de Camaragibe. E não foi diferente com o que se viu em Céu Azul.

Várias famílias, que estiveram presentes, deram o tom da festa e a criançada abrilhantou ainda mais a noite interagindo e respondendo perguntas ligadas a cultura da cidade. A cada questionamento respondido corretamente os participantes eram presenteados com brindes, que foram doados por comerciantes do bairro, como forma de incentivo e agradecimento à realização da festa.

img_3499

Para dar início as apresentações artísticas – o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos, realizou uma linda exibição – deixando o público muito encantado. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos.

fusca-dezembro-2

A agremiação carnavalesca “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” foi responsável por dar continuidade aos festejos de homenagem, com uma apresentação bastante empolgante, carregada de muito colorido.

fusca-dezembro-15

Em seguida, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Logo após, os produtores do evento – Paulo Oliveira e Messias Lima – entregaram uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Maracatu Cambinda Dourada” para a cultura de Camaragibe, ao seu presidente – a Senhor Fernando Luis, que aproveitou o momento e fez um discurso bastante emocionante de agradecimento ao “Fusca Cultural”.

fusca-dezembro-21

Depois, Seu Fernando – como é conhecido o Presidente do Maracatu – convidou os componentes da sua agremiação para fazer um desfile empolgante e que levou a população a se encantar com o colorido das fantasias e ao entusiasmo com toque das canções.

fusca-dezembro-28

Além dessas apresentações, o bairro pode assistir outras e cantar e dançar ao som do “Grupo Coco do Ilê” e também do “Forrozeiro Charles William”. Ao intervalo de cada atração, novas perguntas com respeito a cultura da cidade eram feitas e novos brindes eram entregues.

foto-10-12-16-23-39-22

O Projeto “Fusca Cultural” vem provando – que além de resgatar a história cultural da cidade, ele também consegue agregar a participação de várias pessoas, dos mais variados lugares.

Mas, além disso, essas cerimônias servem também para um propósito de resgate da participação das comunidades na cultura de Camaragibe e, também, para uma posterior criação de novos foliões, que manterão viva a tradição da cidade.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

Em seu quarto evento, o Centro de Camaragibe testemunhou, no último dia 12 de novembro, uma linda festa de homenagem ao tradicionalíssimo Bloco Lírico Amantes das Flores. Graças a uma parceria com o SESC Ler de São Lourenço da Mata, a Cia. de Dança Vivarte de São Lourenço se apresentou, encerrando a programação da Mostra SESC de Manifestações Populares. Além disso, o público assistiu uma performance poética  da artista deficiente visual, Rilda Veloso; apresentações do “Maracatu Cambinda Dourada”; do “Grupo Coco do Ilê” – que contou com a participação do internacionalmente conhecido, Seu Zeca do Rolete; de seu “Zé Maria da Ciranda” e do “Trio de Forró Pé de Serra Chinelo Velho”.

“Maracatu Cambinda Dourada” será homenageado no próximo evento do “Fusca Cultural”, neste sábado (10)!

fusca-novembro-17

Chegando ao quinto mês de cerimônias, o Projeto, que tem incentivo do Funcultura, vai aportar desta vez no bairro de Céu Azul, na Rua Antonio Soares de Lima (Próximo ao terminal de ônibus do Timbi).

 

No próximo sábado, 10 de dezembro, a partir das 20h – o “Fusca Cultural” tem a honra e o prazer de realizar mais um evento do Projeto em Camaragibe. Dessa vez, os moradores do bairro de Céu Azul poderão assistir a cerimônia de homenagem ao “Maracatu Cambinda Dourada”, que acontecerá na Rua Antonio Soares de Lima (Próximo ao terminal de ônibus do Timbi).

Entre as atrações que participarão, está confirmada a presença da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, que será responsável por realizar a apresentação de homenagem ao Maracatu. Além dela, o evento contará com os shows do “Grupo Coco do Ilê” e do “Forrozeiro Charles William”. Mas não para por aí, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura Vivendo e Aprendendo, também se apresentará.

O Grupo “As Ousadas” é formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos e que fazem parte do curso de danças brasileiras oferecido pelo Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, em parceria com o Sesc São Lourenço. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

Em seu quarto evento, o Centro de Camaragibe testemunhou, no último dia 12 de novembro, uma linda festa de homenagem ao tradicionalíssimo Bloco Lírico Amantes das Flores. Graças a uma parceria com o SESC Ler de São Lourenço da Mata, a Cia. de Dança Vivarte de São Lourenço se apresentou, encerrando a programação da Mostra SESC de Manifestações Populares. Além disso, o público assistiu uma performance poética  da artista deficiente visual, Rilda Veloso; apresentações do “Maracatu Cambinda Dourada”; do “Grupo Coco do Ilê” – que contou com a participação do internacionalmente conhecido, Seu Zeca do Rolete; de seu “Zé Maria da Ciranda” e do “Trio de Forró Pé de Serra Chinelo Velho”.

Serviço:

Data: 10/12/2016

Hora: A partir das 20h

Local: Céu Azul – Rua Antonio Soares de Lima (Próximo ao terminal de ônibus do Timbi).

Agremiação Homenageada: Maracatu Cambinda Dourada;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear o Maracatu Cambinda Dourada: “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”;

Outras atrações: “Grupo Coco do Ilê”; apresentação do “Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura Vivendo e Aprendendo; e o “Forrozeiro Charles William”.

cartaz-face-maracatu

 

Centro de Camaragibe é contagiado por evento do Fusca Cultural, que homenageou o Bloco Lírico Amantes das Flores

fusca-novembro-6

Graças a uma parceria com o SESC Ler de São Lourenço da Mata, esta quarta noite de cerimônia contou com belíssimo espetáculo de dança da Cia. de Dança Vivarte de São Lourenço, intitulado “Nem janeiro nos separa!” – que encerrou a programação da Mostra SESC de Manifestações Populares.

Tradição, parcerias, coloridos, alegria e festas. Cada palavra de maneira isolada, traz sua definição própria – mas quando reunidas, transformam-se em um resumo perfeito para exemplificar momentos marcantes.

Pois bem, a união destas palavras resume perfeitamente, a grande noite de cerimônia de mais um evento do Projeto “Fusca Cultural”. Foi por meio da fantasia que o Centro de Camaragibe testemunhou, no último sábado (12 de novembro), uma linda festa de homenagem ao tradicionalíssimo Bloco Lírico Amantes das Flores.

Como tem sido costume, o público vindo de diversos lugares – desde as áreas mais próximas dos bairros em que acontecem os eventos, até do Recife; Olinda e outras cidades – se fez presente e desde logo cedo já se mostrava ansioso para se divertir com mais uma noite de dança e música popular.

Graças a uma parceria com o SESC Ler de São Lourenço da Mata, a Cia. de Dança Vivarte de São Lourenço abriu as festividades com um belíssimo espetáculo de dança, intitulado “Nem janeiro nos separa!” – que encerrou a programação da Mostra SESC de Manifestações Populares.

Conhecida por sempre acompanhar os eventos do Projeto, a artista deficiente visual, Rilda Veloso – desta vez – foi mais que uma espectadora, ela foi responsável por, logo em seguida a apresentação da Cia. de Dança Vivarte, realizar uma linda Performance Poética.

A agremiação carnavalesca “Maracatu Cambinda Dourada” foi responsável por dar continuidade aos festejos de homenagem, com uma apresentação bastante empolgante, carregada de muito colorido.

fusca-novembro-17

Em seguida, como já é de costume, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada.

Logo após, os produtores do evento – Paulo Oliveira e Messias Lima – entregaram uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Bloco Lírico Amantes das Flores” para a cultura de Camaragibe, a sua presidente – a Senhora Palmira Correia, que aproveitou o momento e fez um discurso bastante emocionado de agradecimento a todos os componentes do bloco.

fusca-novembro-25

Depois, Dona Palmira – como é conhecida a Presidente do Bloco – chamou sua agremiação para fazer um desfile empolgante e que levou a população a uma estonteante alegria. Além da beleza das fantasias, os saudosos frevos – tocados pela orquestra – cativaram os presentes e em vários momentos a população cantou as músicas.

fusca-novembro-30

Além dessas apresentações, o bairro pode assistir outras e cantar e dançar ao som do “Grupo Coco do Ilê” – que contou com a participação do internacionalmente conhecido, Seu Zeca do Rolete; em seguida foi a fez de “Zé Maria da Ciranda” se apresentar e, por fim, a população caiu na festa do “Trio de Forró Pé de Serra Chinelo Velho”.

fusca-novembro-36

“Iniciativa inteligente que resgata a cultura da terra e que nos leva a rever as nossas raízes que só são lembradas em tempos de carnaval. O Fusca é um projeto que tem tudo pra crescer e atingir não só Camaragibe, mas todas as outras cidades Pernambucanas. Parabéns aos organizadores, aos grupos que se apresentaram e a população de Camaragibe. Foi tudo muito rico de cultura”, destacou a Fisioterapeuta Thais Lustosa – que é moradora do bairro da Boa Vista, no Centro do Recife.

O Projeto “Fusca Cultural” vem provando – que além de resgatar a história cultural da cidade, ele também consegue agregar a participação de várias pessoas, dos mais variados lugares. E isso fortalece ainda mais o nome de Camaragibe e também toda a cultura local.

fusca-novembro-37

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. O evento aconteceu na Rua Itapissuma, que fica localizada em Santa Mônica e contou com a apresentação do “Boi Camará” e com os shows de um Grupo de Coco e Ciranda e do Grupo Afrogibe.

O terceiro evento foi realizado no último dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha, em Camaragibe, na Rua Alexandria (Rua do Terminal de Ônibus da localidade). O evento homenageou a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy” e contou com a apresentação do “Boi Alvirrubro” e com os shows do Grupo de Coco e Ciranda Raízes do Capibaribe e do Sanfoneiro Naldinho Lima.