Moradores de Alberto Maia vivem noite de confraternização e folia no penúltimo evento do Fusca Cultural

Fusca-Cultural-SET (24)

A sétima cerimônia do Projeto, que realizou uma belíssima homenagem ao Boi Camarás, foi uma verdadeira prévia de carnaval, regada por um clima de mobilização, orgulho, interação e, principalmente, amor às tradições culturais da Cidade.

Engana-se quem pensa que o sucesso de um projeto como o “Fusca Cultural” está somente atrelado a produção do seu evento. É obvio que uma cerimônia bem planejada e organizada remete a esta sensação de triunfo – mas é fundamental destacar que sem a população dos bairros envolvidos, nada disso teria sido ainda mais belo e encantador.

Por isso, é de extrema importância exaltar a beleza de festa que foi a sétima e penúltima cerimônia do Projeto. Evento, este, que aconteceu no bairro do Alberto Maia – na Rua Getúlio Vargas e fez uma belíssima homenagem à agremiação carnavalesca “Boi Camarás”.

Fusca-FEV (2)

Desde as primeiras horas da noite, o clima de confraternização entre os moradores já poderia ser sentido. Enquanto os últimos detalhes estavam sendo organizados, os participantes da agremiação “Boneca do Boy” batucavam, como uma espécie de esquenta, para mobilizar ainda mais o público da região.

E como já tem sido habitual, o público presente nas cerimônias do Projeto deu um verdadeiro show. Os moradores do bairro, além de adquirirem mais conhecimento sobre a cultura local, puderam testemunhar um clima de muita boa convivência e festividade a todo instante da celebração. A criançada, novamente, abrilhantou, mais um evento – dançando e cantando as músicas tocadas, assim como várias famílias, fizeram a festa ficar ainda mais bonita.

Como destacou o Produtor, Paulo Oliveira, o carnaval se aproxima, mas quem vem acompanhando o “Fusca” já está vivendo o carnaval e a cultura camaragibense desde o mês de agosto quando o Projeto teve início.

Fusca-FEV (4)

E passado este momento de preparação, a manifestação carnavalesca “Boneca do Boy” pediu passagem e começou seu show de apresentação. O público foi ao delírio, cantando e dançando junto com os participantes da agremiação.

 

Continuando, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Logo após, um dos produtores do Projeto – Paulo Oliveira – entregou uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Boi Camarás” para a cultura de Camaragibe, a sua presidente – a Senhora Eliane Medeiros, que aproveitou o momento e fez um discurso de agradecimento ao “Fusca Cultural”. Além disso, o presidente da “Boneca do Boy” – Sr. Gilberto da Paz – fez um depoimento de agradecimento e parabenização: ao Projeto e também a Senhora Eliane.

Fusca-FEV (8)

A homenageada do Carnaval de Camaragibe 2017, a Dona Eliane ainda aproveitou a oportunidade para reforçar a importância do “Fusca Cultural”. Segundo ela, o Projeto poderia se tornar permanente pela importância que ele tem e pelo que tem proporcionado para a cidade e para as agremiações de Camaragibe.

Fusca-FEV (12)

Fusca-FEV (33)

Fusca-FEV (10)

Depois deste momento cerimonioso, a comunidade foi ao delírio com a chegada do “Boi Camarás”, que fez um desfile empolgante e levou a população a extravasar toda a sua alegria. Com toda a sua irreverência, a agremiação fez com que crianças e adultos dançassem e cantassem suas canções.

Fusca-FEV (20)

Em seguida, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê fizeram uma apresentação conjunta, que, simplesmente, deixou toda a população vibrante: tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat.

Fusca-FEV (17)

Fusca-FEV (22)

Ao final da apresentação em parceria, o Grupo Coco do Ilê seguiu fazendo a festa do evento e no fim da exibição ainda promoveu uma roda de capoeira – onde crianças e adultos, que apenas assistiam a cerimônia, puderam participar.

Fusca-FEV (27)

Logo após, para levantar a multidão foi à vez da Orquestra de Frevo 100% Camará se apresentar, finalizando, assim, o evento.

“Este Projeto trouxe ainda mais brilho para nosso bairro, a gente nem se incomoda de ir dormir tarde – porque a festa é tão bonita e tão cheia de amigos, que mais parece uma confraternização da nossa rua”, disse Dona Nete, moradora da localidade.

O “Fusca Cultural” provou, com este evento, a importância do envolvimento da população e ratificou que graças ao público o Projeto se torna ainda mais forte e, principalmente, ele também passa a ser parte integrante da própria história da Cidade – cumprindo seu papel de agente de resgate e disseminação da cultura popular, da mais estimada qualidade possível.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

“Fusca Cultural” realiza neste sábado (11) homenagem ao Boi Camarás, no bairro do Alberto Maia

Fusca-Cultural-SET (24)

A sétima cerimônia do Projeto, que tem incentivo do Funcultura, contará com exibições do bloco carnavalesco “A Boneca do Boy”, da Orquestra 100% Camará e com uma apresentação conjunta do Grupo Coco do Ilê e do Grupo Percussivo Tambores do Ilê.

O clima de carnaval já está no ar, prévias e mais prévias agitam todo o Estado de Pernambuco. E seguindo esta atmosfera de folia, o “Fusca Cultural” realiza no próximo sábado, 11 de fevereiro, a sétima cerimônia do Projeto, dessa vez no bairro do Alberto Maia – na Rua Getúlio Vargas (Próximo à Padaria Nossa Senhora do Carmo), a partir das 20h. O evento fará uma belíssima homenagem à agremiação carnavalesca, “Boi Camarás”.

Entre as atrações confirmadas, a agremiação “A Boneca do Boy” será responsável por realizar a apresentação de homenagem ao Boi. Além dela, a Orquestra 100% Camará; o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê participaram da festa.

Fusca Cultural - Out (14)

Na ocasião, o Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê farão uma apresentação conjunta, tocando e cantando os mais variados ritmos, como afoxé, coco, samba, ciranda, samba reggae, maracatu e manguebeat.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores. Já no dia 10 de dezembro, o bairro de Céu Azul testemunhou a quinta cerimônia do Projeto, que homenageou o Maracatu Cambinda Dourada.

O sexto evento do “Fusca Cultural”, que aconteceu no último dia 14 de janeiro, ocorreu no Alto Santo Antônio e homenageou a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”. A cerimônia, contou com apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, pela segunda vez consecutiva em uma realização do Projeto; da agremiação “Boi Rubro-Negro”; de uma Orquestra de Frevo; do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”.

Serviço:

Data: 11/02/2017;

Hora: A partir das 20h;

Local: Alberto Maia – Rua Getúlio Vargas (Próximo à Padaria Nossa Senhora do Carmo);

Agremiação Homenageada: “Boi Camarás”;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear o “Boi Camarás”: Bloco “A Boneca do Boy”;

Outras atrações: Orquestra 100% Camará, Grupo Coco do Ilê e Grupo Percussivo Tambores do Ilê – em apresentação única.

Cartaz face - Boi Camarás - 02

Mudança no trânsito em Camaragibe

A Prefeitura Municipal de Camaragibe, através da Secretaria de Mobilidade e Segurança Cidadã, realizou mudanças na Avenida Ersina Lapenda e na rua Sátiro Ivo a fim de facilitar e resgatar o comércio do Timbi. A partir desta quinta-feira (26), a Avenida Ersina Lapenda passa a ter o sentido invertido: os carros devem sair da Avenida Dr. Belmínio Correia, em sentido Céu Azul. Com a rua Sátiro Ivo, o inverso: os carros devem descer sentido a Avenida Dr. Belmínio Correia. Ambas as vias são mão exclusiva, com apenas um sentido. Em relação ao cruzamento no Armazém do Dendê, os agentes de trânsito ficarão no local até a instalação de semáforos para guiar e organizar o trânsito no local. Com ônibus e paradas, todos já funcionam de acordo com a nova regra. A sinalização também já está regularizada.

IMG_6865 IMG_6868 IMG_6875

Nota Prefeitura Municipal de Camaragibe

Em decorrência dos problemas identificados na Secretaria de Saúde do município, a prefeitura de Camaragibe comunica que a gestora da pasta, Dra. Nadegi Queiroz, se dedicará exclusivamente ao cargo de vice. Diante do engodo veiculado na imprensa, a Prefeitura Municipal de Camaragibe apenas se posicionará sobre os fatos após apuração de auditoria instaurada pela Controladoria Geral do Município, junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas. A Prefeitura ratifica sua postura transparente em relação à gestão da cidade, e aguarda as conclusões legais para um parecer público.

Nadegi divulga Nota Aberta A População

20120829012513_cv_nadegi_gde

CARTA ABERTA A POPULAÇÃO DE CAMARAGIBE:

Amigas e Amigos de Camaragibe,

Venho a público informar meu rompimento político com o recém eleito prefeito Demóstenes Meira e consequentemente a entrega do cargo de Secretária de Saúde do Município, bem como a saída de toda a equipe técnica, que até o presente momento não foi nomeada pelo prefeito.

Tenho uma carreira política e compromisso com o povo de Camaragibe, que a mim confiou o seu voto, na esperança de que pudéssemos construir uma gestão melhor, especialmente na reconstrução da saúde da cidade.

Durante a campanha montamos um grupo coeso, cujo “slogan” era “POR AMOR A CAMARAGIBE”, onde havíamos nos comprometido em reconstruir a cidade e fazer uma gestão humanizada para a população, porém desde a sua posse, o atual prefeito, vem mudando o seu discurso, centralizando todas as decisões, descontinuando a execução dos serviços públicos ao cancelar todos os contratos por meio do Decreto Municipal nº 02/2017, presumindo a irregularidade de todos, antes de adotar as cautelas necessárias, tais como auditar individualmente cada contrato. Não podemos deixar a Prefeitura parar e a população sem serviços essenciais por meses até que novos contratos sejam realizados e as bruxas sejam cassadas.

Infelizmente não posso concordar com atitudes insanas de fechar o Hospital Aristeu Chaves e entregar a chave ao antigo dono, perdendo um investimento de mais de 18 milhões de reais e deixando a população sem um hospital, já que a intenção do prefeito depois de eleito é privatiza-lo, assim como também em manter a maternidade fechada.
Também não concordo com o cancelamento de todos os contratos dos profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) e o fechamento de todas as unidades, como o mesmo quer fazer para reduzir gastos. Acordei com o Sindicato dos Médicos, Conselho Municipal de Saúde e com o Ministério Público que iríamos organizar os vínculos empregatícios no Município, mas isto não foi aceito pelo atual gestor.

A Saúde é uma garantia constitucional, é um investimento, é obrigação do Município para com a população e não um gasto, o gestor público que pensa desta forma não é digno de sentar na cadeira de prefeito.

Por isso amigos e amigas, decidi não mais fazer parte desta gestão, que em menos de 20 (vinte) dias criou um colapso na cidade por atitudes impensadas e egoístas do atual gestor que não possui humildade para escutar a equipe e os anseios da população, além de não honrar com todos os compromissos políticos.

TENHO UMA TRAJETÓRIA POLÍTICA DIGNA JAMAIS COMPACTUAREI COM TAIS ATITUDES, E PENSANDO NO POVO DE CAMARAGIBE ABRO MÃO DA SECRETARIA.
Para muitos sei que ao pedir exoneração do cargo de Secretária de Saúde pode parecer fraqueza, mas é impossível fazer uma boa gestão tendo que rebater as imposições do prefeito. Também sei que serei vítima de todo tipo de acusação, e quaisquer que sejam elas terão que ser provadas perante da justiça dos homens.

ESTOU SAINDO DESTA GESTÃO DE CABEÇA ERGUIDA, NA CERTEZA QUE TENTEI CUMPRIR COM TODAS AS PROMESSAS DE CAMPANHA FEITAS AO MEU AMADO POVO DE CAMARAGIBE. Peço desculpas por não ter conseguido ir além, pois como disse o atual prefeito no seu discurso de posse “primeiro ele, segundo ele e terceiro ele”, não há espaço para uma “GESTÃO PARTICIPATIVA”, não há espaço para ouvir a voz do povo deste Município.

Um grande abraço a todos.

Nadegi Alves Queiroz
Vice Prefeita de Camaragibe

Meira e Nadegi rompem em Camaragibe

meira

Mal começou a gestão, prefeito de Camaragibe, Meira (PTB), e a sua vice e secretária de Saúde, Nadegi Queiroz (PSDC) romperam na manhã desta terça-feira (24). O motivo da desavença foi a acusação feita pelo gestor de que a ex-companheira de chapa planeja supostas irregularidades na gestão. Revoltada com a acusação, ela entregou o cargo, anunciou o rompimento político e foi à delegacia prestar queixa contra o prefeito.

Durante os primeiros dias da administração, Nadegi teria pedido a nomeação de vários assessores para a Secretaria de Saúde. Como não teve nenhum pleito atendido pelo prefeito, ela externou a alguns secretários, na noite de segunda-feira (23), o desejo de deixar a secretaria e romper com o prefeito.

Na manhã desta terça, o prefeito foi à Secretaria e fez acusações contra a vice na frente de vários servidores e o rompimento foi formalizado.

Agora, Nadegi vai acionar o prefeito na Justiça para que ele prove as acusações que fez.

Na semana passada, o prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira (PTB), também rompeu com o vice-prefeito e também secretário de Saúde, o médico Gabriel Neto (PRB), entregou o cargo e anunciou o rompimento político.

http://www.folhape.com.br/politica/politica/blog-da-folha/2017/01/24/BLG,1775,7,509,POLITICA,2419-PREFEITO-VICE-ROMPEM-CAMARAGIBE.aspx

“Fusca Cultural” antecipa o carnaval em homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” no Alto Santo Antônio

5340

No último sábado, 14 de janeiro, os moradores do bairro puderam testemunhar uma verdadeira prévia carnavalesca. O clima de festa que tomou conta da localidade – fez uma multidão dançar e cantar ao som de muito caboclinho, frevo, coco, forró e outros gêneros populares.

_5146

Há quem não aguente esperar e o carnaval já começa assim que a virada de ano acontece. Para todo lado que se olha há uma folia acontecendo – pessoas brincando ao som de muito frevo, maracatu, caboclinho, assim como outros ritmos e manifestações. É a mais verdadeira demonstração que a “Festa de Momo” é sem dúvida um momento de muita cultura e que pode ser exaltada o ano inteiro – através das suas mais variadas representações culturais.

O “Fusca Cultural” vem realizando ao longo de sua trajetória, justamente, essa exaltação do carnaval e da cultura, como um todo. Na noite do último sábado – 14 de janeiro – isso pode ser mais que percebido, pode ser vivenciado, durante o sexto evento do Projeto, que realizou uma cerimônia de homenagem à agremiação carnavalesca “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, no Alto Santo Antônio – mais especificamente na Rua Daise Correia de Araújo.

Pode-se dizer que a cidade de Camaragibe recebeu, não oficialmente, mas de forma muito simbólica, sua primeira prévia carnavalesca do ano de 2017. Como já é de costume, o público presente nas cerimônias do Projeto costuma vir dos mais diversos bairros do município e também de outras cidades próximas – não somente com o objetivo de prestigiar os eventos, mas também de adquirir mais conhecimento sobre a cultura local. E dessa vez não foi diferente com o que se viu no Alto Santo Antônio.

Além disso, o evento contou com a presença de representantes do novo secretariado de cultura da cidade – concebida pela figura do Presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe, Olímpio Costa, e o seu Vice, Márcio Souza.

A criançada abrilhantou, novamente, mais um evento – dançando e cantando as músicas tocadas. Várias famílias, que estiveram presentes, fizeram a festa ficar ainda mais bonita. Para levantar a multidão, uma Orquestra de Frevo foi a responsável por abrir a noite de cerimônia.

Em seguida, pela segunda vez consecutiva participando de um evento do Projeto, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos, realizou uma linda exibição – deixando o público muito empolgado e vibrante. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos, que foi, justamente, o folguedo exibido.

_4808

Logo após a Orquestra de Frevo continuou se apresentando até abrir passagem para a agremiação carnavalesca “Boi Rubro-Negro”, também conhecido como “Boi de Dora”, que foi responsável por dar continuidade aos festejos de homenagem, com uma apresentação, simplesmente animadora, carregada de muitos sorrisos e palmas do público, que acompanhava a música.

_5172

Continuando, foi exibido para a comunidade um vídeo contanto um pouco da história das manifestações culturais escolhidas pelo Projeto e também da agremiação homenageada. Logo após, os produtores do evento – Paulo Oliveira e Messias Lima – entregaram uma placa de reconhecimento à importância da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” para a cultura de Camaragibe, ao seu presidente – o Senhor Severino Amaro, mais conhecido como Mestre Tuca, que aproveitou o momento e fez um discurso de agradecimento ao “Fusca Cultural”.

5312

Passada as homenagens, a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe” deu continuidade a festa realizando uma belíssima exibição.

5251

Além das apresentações mencionadas, o bairro pode assistir outras e cantar e dançar ao som do “Grupo Coco Catucá” e do “Trio Pé de Serra Moinho D’Água”, que finalizou a festa.

5453

 

_MG_5792

O “Fusca Cultural” cada dia que passa, vem provando que além de resgatar a história cultural da cidade, ele também consegue agregar a participação de várias pessoas, dos mais variados lugares, além das mais variadas interações entre Comunidade e Cultura.

Mas, além disso, o Projeto abre espaço para a promoção da manifestação cultural da população e para o entretenimento livre e gratuito para todos – algo muito típico e proveniente do carnaval – ajudando a fortalecer ainda mais a identidade cultural da cidade de Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores.

No dia 10 de dezembro, foi a vez do bairro de Céu Azul receber um evento do Projeto. A cerimônia homenageou o Maracatu Cambinda Dourada na Rua Alba Valdez. Além disso, contou apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos; da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”; do “Grupo Coco do Ilê” e também do “Forrozeiro Charles William”. Ao intervalo de cada atração, perguntas eram feitas para o público com respeito à cultura da cidade e brindes eram entregues.

Alto Santo Antônio receberá evento em homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, neste sábado (14)!

fusca-dezembro-15

Sexta cerimônia do Projeto “Fusca Cultural”, que tem incentivo do Funcultura, levará ao bairro – além da apresentação do Caboclinho – exibições do “Boi Rubro-Negro”, do “Grupo de Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”.

O ano mal começou e o “Fusca Cultural” já vem com tudo. No próximo sábado, 14 de janeiro – o Projeto tem a honra e o prazer de realizar mais um evento em Camaragibe. Dessa vez, os moradores do Alto Santo Antônio poderão assistir a cerimônia de homenagem a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”, que acontecerá na Rua Daise Correia de Araújo, a partir das 20h.

Entre as atrações que participarão, está confirmada a presença da agremiação Boi Rubro-Negro (também conhecido como Boi de Dora), que será responsável por realizar a apresentação de homenagem ao Caboclinho. Além dela, o evento contará com os shows do “Grupo Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”. Mas não para por aí, pela segunda vez consecutiva, o Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura Vivendo e Aprendendo, também se apresentará em um evento do “Fusca Cultural”.

O Grupo “As Ousadas” é formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos e que fazem parte do curso de danças brasileiras oferecido pelo Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, em parceria com o Sesc São Lourenço. O grupo já existe há 03 anos e possui no repertório apresentações de pastoril, dança da fita e dança dos arcos.

O Projeto Fusca Cultural, de maneira inclusiva, busca através dos seus eventos promover uma atenção toda especial às pessoas com deficiência e portadoras de necessidades especiais, além de estimular a participação das mesmas nas cerimônias – fazendo com que elas possam conhecer um pouco mais da cultura do município.

Como se sabe, o Projeto tem como objetivo realizar eventos visando agraciar grupos populares do município, promovendo, assim, um intercâmbio cultural, o resgate e a preservação da memória destas manifestações e das comunidades nas quais estão inseridas em Camaragibe.

Sobre o “Fusca Cultural”:

O Projeto conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura. Os eventos são realizados gratuitamente nas comunidades em que os grupos de cultura popular estão inseridos, oferecendo acessibilidade a todos, pois estão sendo realizados ao ar livre, em ruas de fácil acesso das localidades, proporcionando, assim, também, a formação de novas plateias, que ainda não conhecem o trabalho das agremiações.

Ao todo serão realizados oito eventos com frequência mensal. Em cada mês, um grupo de cultura popular será homenageado em sua própria comunidade. Para homenagear esta manifestação, outro grupo de cultura popular tradicional de outro bairro do município será convidado a se apresentar e entregar uma placa em reconhecimento à importância cultural da agremiação homenageada para a cidade.

O primeiro evento do Projeto “Fusca Cultural”, aconteceu no dia 20 de agosto, na Praça do Açude Timbi, em Timbi – onde os moradores da região e visitantes puderam acompanhar a belíssima homenagem feita a Agremiação Carnavalesca – “Boi Rubro-Negro” – também conhecida como “Boi de Dora”.

O segundo foi realizado no dia 10 de setembro, em Santa Mônica e homenageou a agremiação carnavalesca “Urso Mimoso”. Já o terceiro evento aconteceu no dia 08 de outubro no bairro de Santa Terezinha e fez homenagem a agremiação carnavalesca “A Boneca do Boy”.

O quarto evento, aconteceu no Centro de Camaragibe, no último dia 12 de novembro e o a grande homenageada da vez, foi a tradicionalíssima agremiação carnavalesca Bloco Lírico Amantes das Flores.

No dia 10 de dezembro, foi a vez do bairro de Céu Azul receber um evento do Projeto. A cerimônia homenageou o Maracatu Cambinda Dourada na Rua Alba Valdez. Além disso, contou apresentações do Grupo de Dança “As Ousadas”, do Ponto de Cultura e Centro Comunitário “Vivendo e Aprendendo”, formado por mulheres com idades que variam de 30 a 70 anos; da agremiação “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”; do “Grupo Coco do Ilê” e também do “Forrozeiro Charles William”. Ao intervalo de cada atração, perguntas eram feitas para o público com respeito à cultura da cidade e brindes eram entregues.

Serviço:

Data: 14/01/2016;

Hora: A partir das 20h;

Local: Alto de Santo Antônio – Rua Daise Correia de Araújo;

Agremiação Homenageada: “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”;

Agremiação que irá se apresentar e homenagear a “Tribo Tupy Guarani de Camaragibe”: Boi Rubro-Negro (também conhecido como Boi de Dora);

Outras atrações: Grupo de Dança “As Ousadas”, “Grupo Coco Catucá” e do “Forrozeiro Charles William”

cartaz-face-caboclinho

Rombo em Camaragibe: Meira aciona até a Polícia Federal

meiranova

Sem ter a menor noção do rombo deixado pelo ex-prefeito Jorge Alexandre (PSDB), o novo prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), suspendeu todos os serviços, contratos e licitações, assim como sustou todos os cheques assinados pelo antecessor com data até 29 de dezembro. Suspendeu ainda o contrato com a empresa que recolhe o lixo da cidade, porque o seu valor, acima de R$ 20 milhões, está muito acima da previsão orçamentária do ano para os serviços, de pouco mais de R$ 11 milhões.

Com isso, o lixo, acumulado em vários bairros, no centro e nos distritos, passou a ser recolhido por caçambas da Prefeitura que ele não tem condições sequer de cobrir as despesas com combustíveis alegando que ficou de mãos atadas pelo ex-prefeito. “Tem dinheiro em caixa, algo em torno de R$ 9 milhões, mas se eu usar corro risco de cometer crime, porque não temos a menor noção das suas rubricas”, afirmou.

Segundo Meira, Alexandre não repassou nenhuma informação sobre as finanças do município. “Os arquivos dos computadores foram deletados”, afirma, adiantando que está mergulhado num caos, mas tomando providências. Entre as medidas já tomadas pelo trabalhista, o pedido de uma auditoria ao Tribunal de Contas do Estado, uma queixa prestada à Delegacia Especializada de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio Público e o pedido à Polícia Federal para investigar licitações supostamente fraudulentas com recursos federais, principalmente na área de saúde.

licitacoes

Meira mandou vasculhar todos os contratos assinados pelo antecessor e chamou à polícia para filmar e documentar alguns setores da Prefeitura, como o departamento de licitações. Temendo o pior, o prefeito botou cadeado na sala de licitações tão logo a polícia deixou as dependências da Câmara.

Procuradores concursados da Prefeitura informaram ao blog que nenhum contrato ou licitação nos últimos quatro anos chegavam ao conhecimento da Procuradoria Jurídica do Município. “Todos os contratos e licitações foram feitos sem pareceres nossos”, disse um procurador, adiantando que não tem a menor noção do valor do gasto com contratos mediante licitações fraudulentas, porque nada chegava ao conhecimento da Procuradoria.

Ele, entretanto, desconfia de que esses valores possam ser superiores a R$ 120 milhões com base no orçamento do município de 2016. “Camaragibe teve um orçamento de R$ 280 milhões no ano passado. Deste valor, 60% devem ser comprometidos com pessoal e o restante com despesas contratuais, o que daria uma sobra de R$ 120 milhões”, afirmou o mesmo procurador. O prefeito desconfia que o ex-prefeito deixou de herança um rombo incalculável.

“Não posso precisar, porque ele não nos repassou nada”, reclama. Meira afirmou que vai abrir para a sociedade a caixa preta do ex-prefeito, que derrotou nas urnas. “Não tenho nada de pessoal contra Jorge Alexandre, mas como fui acusado por ele e adversários de ser despreparado, louco, pobre e incompetente não posso passar um atestado de burrice. A população vai tomar conhecimento da verdadeira herança maldita que recebi”, afirmou.

Meira informou que deve baixar um decreto de emergência para manter os serviços essenciais, protegendo à população do pior. Para isso, ele se reuniu, hoje, com assessores do Tribunal de Contas do Estado e sua assessoria jurídica. “Aqui é tudo transparente”, afirmou, adiantando que, a partir de agora, “está proibido roubar em Camaragibe”.

Para evitar qualquer tipo de desvio do dinheiro público, Meira informou que centralizou tudo em suas mãos, desde contratação de pessoal até contratos emergenciais que venham a ser assinados. Também determinou um levantamento dos servidores concursados que estejam cedidos a órgãos para fazer um verdadeiro pente fino na folha de pessoal. “Aqui, não vai ter mais servidor fantasma”, assinalou.

Por fim, Meira disse que, para evitar qualquer tipo de comportamento indevido de auxiliares no trato com o dinheiro público, irá instalar câmaras em todas as secretarias e órgãos que manipulem dinheiro. “Quero ver tudo documentado pelas câmaras. Este é um governo onde o dinheiro será destinado a projetos que atendam ao povo e não a grupos”, afirmou.

https://www.blogdomagno.com.br/ver_post.php?id=170831&pagina=10450

Meira toma posse como prefeito de Camaragibe

possemeira

Reafirmando a promessa de campanha de governar para o povo, o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), foi empossado, em cerimônia realizada na quadra do colégio Anglo, no município, na tarde de ontem. Em seu discurso, Meira agradeceu à família e ao povo que o elegeu, ressaltando que os anos de luta e espera valeram a pena e que vai honrar os votos de confiança. A cerimônia não contou com a presença do ex-prefeito Jorge Alexandre (PSDB).

Secretários anunciados:

Procuradoria Geral – Leonardo Neves

Controladoria Geral do Município – Dario Siqueira

Secretaria de Governo e Rel. Institucionais – Gustavo Matos Ribeiro

Secretário de Administração – Alex Norat

Secretária de Finanças – Joana D’arc Pessoa

Secretária de Comunicação Social – Amanda Batista

Presidente da Fundação de Cultura – Olímpio Costa

Secretário de Serviços Públicos e Infraestrutura – Silvano Jackson Queiroz de Brito Filho

Secretário de Defesa Civil – Sálvio Roberto Ferraz da Silva

Secretário Assistência Social Direitos Humanos – Edvaldo José Ferreira Júnior

Secretária de Saúde – Nadegi Queiroz

Secretaria de Planejamento – Paulo Wilton

Secretaria de Educação: Denivaldo Freite

http://www.camaragibedavez.com.br/meira-toma-posse-como-prefeito-de-camaragibe/